Preso suspeito de manter travestis em cárcere privado

O suspeito será indiciado por cárcere privado, rufianismo e tráfico interno de pessoas

A Polícia Civil prendeu, na manhã deste sábado, um homem em flagrante. Ele é suspeito de manter um grupo de travestis em cárcere privado e foi detido em um apartamento da rua Guaianazes, no centro da cidade de São Paulo.

Após uma denúncia proveniente do Ceará, policiais do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa) encontraram seis jovens no local, segundo informações da Secretaria da Segurança Pública.

Recrutados e transportados de estados do Norte e do Nordeste do Brasil, o confinamento provavelmente tinha fins de exploração sexual.

O suspeito será indiciado por cárcere privado, rufianismo e tráfico interno de pessoas para fins de prostituição.

O delegado titular da 1ª Delegacia da Divisão de Proteção à Pessoa-Liberdade Pessoal, Laerte Idalino Marzagão Junior, cuida do caso.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br