Preso traficante que particidou de tiroteio

Hóspedes foram retirados do hotel Intercontinental, invadido por bandidos no sábado (21)

A Polícia Militar prendeu na noite do sábado (21) passado um homem identificado como Jonathan Costa Soares, o Sapatinho, apontado como um dos homens que participou do tiroteio que levou terror ao bairro de São Conrado, na zona sul do Rio de Janeiro, na manhã de sábado. Com o joelho ferido, ele usou uma ambulância para fugir para um hospital Getúlio Vargas, na Penha, zona norte da capital.

Sapatinho é apontado pela polícia como chefe do tráfico de drogas na Cruzada São Sebastião, no Leblon, também na zona sul. Após o tiroteio, ele se refugiou na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Rocinha, favela de onde saíram os homens que se envolveram no tiroteio. Com uma ambulância particular, o criminoso conseguiu fugir para o hospital.

À noite, o serviço reservado do 16º batalhão da PM (Olaria) capturou o traficante no hospital da Penha. Ele foi levado à 15ª Delegacia de Polícia (Gávea), onde o caso foi registrado. Os funcionários da ambulância também foram à delegacia para prestar esclarecimentos, porém, foram liberados.

O tiroteio de sábado aconteceu por volta das 8h30, quando policiais do 23º batalhão (Leblon) se depararam, nas proximidades da Rocinha, com vans, carros e motocicletas, ocupados por homens fortemente armados. Quatro policiais ficaram feridos. Após o tiroteio, para fugir da PM, os bandidos invadiram o hotel Intercontinental e fizeram 35 reféns ? entre funcionários e hóspedes.

Os criminosos se entregaram após negociação com o Bope (Batalhão de Operações Especiais). Ninguém ficou ferido. Com eles, foram recolhidos oito fuzis, cinco pistolas, munição, granadas e radiocomunicadores.

O hotel foi ocupado pelo Bope, que realizou uma vistoria em todos os 418 quartos para verificar se ainda há algum criminoso no local. Somente à noite o hotel voltou ao funcionamento normal.

Fonte: R7, www.r7.com