Presos acusados de fuzilar jovens em favela no Ceará

Um"acerto de contas" do tráfico de drogas teria motivado o duplo assassinato

Dois adolescentes foram assassinados e outro ficou gravemente ferido em conseqüência de um tiroteio ocorrido, no fim da noite passada, em Messejana. Um"acerto de contas" do tráfico de drogas teria motivado o duplo assassinato que, por pouco, não se transformou em uma chacina.

O tiroteio ocorreu na Rua Farias Lemos, na Favela da Portelinha,no Parque Iracema. Por volta das 23 horas, uma quadrilha de bandidos do Conjunto São Bernardo se armou com revólveres e pistolas e decidiu ir até a "Portelinha" fuzilar traficantes e seus "aviões" que estariam tentando dominar o "território" das drogas na área.

Durante o tiroteio, três adolescentes foram baleados e levados para o "Frotinha" de Messejana, onde dois chegaram mortos, sendo identificados como Jandson da Silva Almeida, 16; e Lucieudo Barbosa, 17. O terceiro baleado, André Felipe da Silva Vieira, 16; permanecia em estado grave até por volta

da meia-noite.

?Ele está entre a vida e a morte?, disse o delegado Barbosa Filho, titular do 70ºDP (Pirambu), mas que tirava plantão no 30ºDP (São Cristóvão). A Polícia identificou os suspeitos do duplo assassinato apenas como Everton, Bruno e "Pepe", que conseguiram fugir e agora estão sendo procurados.

Em outra ação policial, dois homens e duas mulheres foram presos durante uma operação da Delegacia de Narcóticos (Denarc) no combate à ação de quadrilhas que atuam no tráfico de drogas, em Fortaleza. Manoel Itamar Pereira, 45; José Soares Ribeiro, 58; Daniele Sousa das Chagas, 28, e Bruna Marques, 20 anos, foram capturados na Rua Babaçu, no Conjunto Palmeiras, e são acusados pela Polícia de comandaro tráfico naquela área da Capital,vendendo drogas, principalmente, para adolescentes. Segundo a Polícia, José Soares, comerciante do ramo de alimentos e bebidas, era o fornecedor da quadrilha.

Fonte: Diário do Nordeste, www.diariodonordeste.com.br