PRF apreende  6 mil munições das Forças Armadas

PRF apreende 6 mil munições das Forças Armadas

Material estava discriminado como “chumbo para arma de ar comprimido”.

Agentes da 6ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreenderam, neste sábado (9), 6,5 mil munições de uso das Forças Armadas, na Rodovia Presidente Dutra. De acordo com a PRF, o material foi apreendido durante operação de combate à criminalidade na via. O motorista do veículo foi detido.

A apreensão aconteceu no km 207, em Seropédica, Baixada Fluminense. Os agentes desconfiaram do motoristas de um carreta e revistaram o veículo. Durante a fiscalização os agentes encontraram as munições, e suspeitaram da nota fiscal apresentada.

O documento havia sido emitido por uma empresa de comércio de artigos esportivos e descrevia as munições de maneira que parecesse material utilizado por espingardas de ar comprimido. As munições são na verdade utilizadas em pistolas e metralhadoras. O destinatário já foi identificado, mas seus dados são mantidos em sigilo.

O material foi apresentado na Delegacia da Polícia Federal em Nova Iguaçu, também na Baixada Fluminense.

Bazuca apreendida no Morro do Chapadão

Em Costa Barros, no subúrbio, policiais militares do 9ºBPM (Rocha Miranda) apreenderam uma bazuca, na noite de sexta feira (7), durante operação no Morro do Chapadão, em Costa Barros. Além da bazuca, os policiais apreenderam sete granadas e drogas.

A arma tinha inscrições que citavam o carro blindado da polícia, conhecido como caveirão. O caso foi registrado na 39ª DP (Pavuna).

Segundo a polícia, policiais que faziam o patrulhamento desconfiaram de um grupo que estava em um dos acessos ao morro e se apreoximara. Ao ver a polícia, os criminosos fugiram e abandonaram a bazuca.

Quatro detidos na Zona Sul

Em outra operação, no Morro Santo Amaro, no Catete, Zona Su, terminou com pelo menos quatro suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas detidos também na noite de sexta. Policiais do Grupamento de Ações Tática (GAT) e do Serviço Reservado (P-2) do 2º BPM (Botafogo) foram recebidos a tiros por criminosos quando tentavam subir o morro. Por medidas de segurança, parte do comércio da região fechou as portas.

Os detidos foram levados para a 9ª DP (Catete), onde o caso foi registrado. Eles prestaram depoimentos, foram autuados e liberados em seguida. De acordo com a polícia, a operação já terminou e o clima é de aparente tranqüilidade na região.

Fonte: g1, www.g1.com.br