PRF flagra distribuição de cimento em cidade do interior do Piauí

A casa estava alugada para o pai de candidato a vereador.

Na tarde desta quinta-feira (29), o Ministério Público Eleitoral, com auxílio do GAECO/MPPI, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Civil flagraram suposta distribuição de cimento em Inhuma, cidade do Piauí localizada a 239 Km ao sul de Teresina, capital do Estado.

Após denúncia de populares através do aplicativo "Pardal",  realizada a coleta de mais informações, a Justiça Eleitoral atendeu a solicitação do Ministério Público e emitiu mandado de busca e apreensão no imóvel onde aconteceu a ação.

No local foram encontrados 390 sacos de cimento,vergalhões, tábuas e outros materiais diversos. A casa estava alugada para um homem que foi identificado como pai de um candidato a vereador do município.

Averiguações permitiram constatar que o imóvel tinha sido alugado no dia 12 deste mês e a carga tinha chegado lá no dia 21, levando a crer que o aluguel se deu para o recebimento e distribuição do material. Além disso, nenhum dos responsáveis pela casa tem atividade de comercialização de material de construção.

A partir de agora, o Ministério Público vai instaurar Procedimento Investigatório Criminal para levantar indícios de autoria e materialidade capazes de subsidiar a Ação Penal.

Nomeada de "Operação Vota Inhuma" a ação mostra a integração das forças públicas no combate aos crimes eleitorais, o que deve seguir por todo o período. O nome da Operação é uma mensagem de convite a todos para o voto livre e consciente.


Fonte: ASCOM