Prima de acusado de matar mulher a facadas confirma namoro

‘Ela pagava até o aluguel dele’,

Rejane Ferreira Batista, de 25 anos, prima de Rojelson Santos Baptista, acusado de matar a facadas Christiane de Souza Andrade na frente da filha de 7 anos, afirmou, em entrevista, que os dois haviam brigado por conta do vício dele em cocaína uma semana antes do crime. Segundo Rejane, os dois mantinham um relacionamento amoroso há três anos e era a mulher quem pagava o aluguel de Rojelson — que morava num cortiço no Estácio, na Zona Norte, a poucos metros do local do crime.

A versão de Rejane corrobora as investigações da Divisão de Homicídios (DH), que concluiu que o crime teve motivação passional.

— Não sei por que ele fez isso com ela. A Christiane era muito boa com ele. Dava dinheiro para o aluguel e para ele comprar comida. Não sei se a família dela sabe do relacionamento, mas ele já trouxe ela para o São Carlos (favela no Região Central do Rio), onde mora toda a nossa família — conta Rejane.

A prima de Rojelson também afirmou que, no último contato entre ela e Christiane, cinco dias antes do crime, a vítima contou sobre o rompimento. O encontro se deu na estação de metrô do Estácio e, segundo Rejane, Christiane afirmou que havia terminado o relacionamento há três dias.

Image title

Image title

Fonte: Com informações do G1