Prima de jogador morre após inalar gás

Ela morreu depois de inalar gás de buzina e consumir bebidas alcoólicas

Laudo do Instituto de Criminalística de São Paulo comprovou que a universitária Maria Finazzi de Almeida, 20 anos, prima do jogador Finazzi (ex-Corinthians), morreu depois de inalar gás de buzina e consumir bebidas alcoólicas numa festa na noite de 19 de junho, em Fernandópolis, interior de São Paulo.

"Os exames deram positivo para o gás e para o álcool e a mistura das duas substâncias foi fatal", afirmou o delegado do 2º DP de Fernandópolis, José Flávio Gonçalves, que concluiu o inquérito, cujo relatório seria enviado na tarde desta quinta-feira para o Ministério Público. "Ainda hoje envio este procedimento para o MP", afirmou.

Mariana morava em São João da Boa Vista (466 km de Fernandópolis), mas mudou-se para Fernandópolis para estudar medicina na Unicastelo, onde cursava o primeiro semestre. Ela morreu quando se divertia numa festa junina, organizada pelos estudantes de medicina numa chácara de Fernandópolis, interior de São Paulo. Para a polícia, nenhum dos freqüentadores da festa induziu Mariana a aspirar o gás da buzina, que se tornou fatal.

"Ela não foi induzida por ninguém a usar as substâncias, por isso, não há como responsabilizar alguém por um erro que ela mesma cometeu", disse o delegado. "Não adianta querer crucificar alguém se não houve culpado".

Fonte: Terra, www.terra.com.br