Primo do goleiro Bruno diz que a polícia o fez mentir em audiência

Primo do goleiro Bruno diz que a polícia o fez mentir em audiência

Polícia Civil afirmou que isso seria uma estratégia da defesa

Durante audiência em Ribeirão das Neves (MG) sobre o desaparecimento da ex-amante do goleiro Bruno Fernandes, Eliza Samúdio, o primo do atleta, Sérgio Rosa Salles, afirmou que a Polícia Civil o pressionou a mentir durante reconstituição do suposto crime em um vídeo, veiculado pela Rede Globo. Sérgio disse ainda que os policiais impuseram a escolha do advogado. As informações são da rádio CBN.

Segundo a reportagem, a Polícia Civil afirmou que isso seria uma estratégia da defesa. Esta é a 10ª audiência sobre o caso. A Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros fazem buscas na região da Pampulha, em Belo Horizonte, onde Marcos Aparecido dos Santos, conhecido como Bola, teria estado na noite do suposto crime, em junho.

Fonte: Terra, www.terra.com.br