Prisão de Beth Cuscuz deve durar apenas cinco dias

Prisão de Beth Cuscuz deve durar apenas cinco dias

Almir Tajra explicou que a prisão preventiva acontece para que a Polícia tenha mais liberdade para investigar o caso

Com a enorme repercussão das prisões dos donos das casas de shows Beth Cuscuz e Copacabana, o juiz da vara criminal, Almir Abib Tajra Filho, que decretou a prisão preventiva dessas pessoas, veio ao programa Agora, da Rede Meio Norte, falar sobre o caso.

?É uma prisão preventiva de cinco dias, para que a polícia possa investigar com cuidado? esclareceu o juiz. Ele contou que os investigadores da Polícia Civil o convenceu, por meio das investigações que já duravam um ano, a decretar a prisão preventiva dos donos das casas de eventos e de seus gerentes e auxiliares diretos, e mandados de busca e apreensão por drogas, armas e computadores.

O juiz disse que, para ele, as investigações devem ser concluídas dentro em breve. ?A meu ver, não haverá necessidade de se prorrogar estas prisões. Os acusados estão sendo ouvidos, a maioria deles é primário, então não deve demorar?, disse Almir Tajra.









Fonte: Andrê Nascimento