Procurador de Belém é reprovado no teste no bafômetro e desacata policiais ao ser preso

O nível de álcool no organismo estava nove vezes acima do permitido.

Em Belém (PA), um procurador do Estado foi flagrado dirigindo embriagado, segundo a polícia. Na delegacia, ele quis intimidar os policiais. Depois de pagar fiança, foi liberado. Depois, ele reconheceu o erro, pediu desculpas e afirmou que irá responder ao que fez como um cidadão comum.

O caso foi registrado por um celular. O homem que aparece nas imagens é um procurador do estado do Pará. Paulo de Tarso Dias Klautau Filho foi preso em flagrante na madrugada de quarta-feira (12) em Belém por dirigir embriagado.

Na delegacia, o procurador desacatou os policiais. Depois, Klautau Filho invadiu a sala do delegado e foi contido por um dos policiais militares. Ele continuou a insultar os policiais e ainda os ameaçou.

O procurador pagou fiança e foi liberado.

Segundo a polícia, ele fez o teste do bafômetro, mas foi reprovado. O nível de álcool no organismo estava nove vezes acima do permitido.

O procurador responderá por dirigir embriagado e por desacato.

À tarde, Klautau Filho reconheceu que exagerou nas palavras e na bebida. ?Eu fui parado em uma blitz, tinha bebido bastante. Eu reagi de forma intempestiva, excessiva, ofendi os policiais. Fui para a delegacia e ofendi o delegado. Eu quero pedir desculpa aos policiais, a todas as autoridades envolvidas, à sociedade e à minha família. Estou pronto e preparado para responder as consequências jurídicas do ato que pratiquei como um cidadão comum?, afirmou

Fonte: g1, www.g1.com.br