Professor é preso suspeito de vender drogas a alunos

O suspeito era membro de uma facção criminosa e vendia drogas para os estudantes.

Um professor de português da rede pública de ensino foi preso em flagrante por tráfico de drogas no início da tarde desta sexta-feira em uma escola estadual em Lençóis Paulista, a 245 km de São Paulo. De acordo com a Polícia Civil, o suspeito era membro de uma facção criminosa e vendia drogas para os estudantes. Com ele, foram apreendidos 300 g de cocaína.

De acordo com o delegado Luís Massa, titular da delegacia de Lençóis Paulista, a polícia passou a investigar o professor após receber denúncias anônimas de mães, segundo as quais haveria um docente distribuindo drogas para os alunos. "Apesar de ser uma história aparentemente absurda, passamos a investigar o caso e chegamos ao nome dele, e descobrimos que se tratava de um ex-presidiário que já havia cumprido pena por tráfico", disse o delegado.

Após constatar que o suspeito de fato comercializava drogas dentro de duas escolas estaduais do município, uma equipe da delegacia à paisana abordou o professor na saída da escola. "Eu e mais alguns policiais nos dirigimos até a escola com o meu carro pessoal e o abordamos ao término da aula, para não causar constrangimentos aos estudantes", afirmou Massa.

Após revistarem o suspeito, os policiais encontraram um pacote com 100 g de cocaína em um dos bolsos da calça do professor. Dentro da mochila que ele levava, foram encontrados outros pacotes, que totalizavam mais 200 g da droga. O professor também levava R$ 1 mil em dinheiro, "proveniente do tráfico de drogas", segundo o delegado.

"São duas situações absurdas. Uma é ele vender drogas a estudantes, e outra é a Secretaria de Educação contratar um indivíduo que já havia cumprido pena por tráfico de drogas", afirmou o delegado. De acordo com Massa, o suspeito relatou que não foi exigido nenhum tipo de comprovação de antecedentes criminais quando foi contratado como professor substituto da rede estadual.

Fonte: Terra