Professor que oferecia dinheiro para abusar de alunos é indiciado

A Polícia Civil começou a receber denúncias em outubro, no entanto, o crime já estaria ocorrendo há pelo menos seis meses

Um professor de 62 anos, suspeito de abusar de sete alunos e oferecer dinheiro a eles, foi indiciado por abuso sexual e estupro de vulnerável nesta sexta-feira (30), pela Polícia Civil de Cuiabá. As vítimas são todos adolescentes do sexo masculino com idade entre 12 e 14 anos. O suspeito foi preso no dia 24 de novembro, após pedido de prisão expedido pela 8ª Vara Criminal de Cuiabá.

A Polícia Civil começou a receber denúncias em outubro, no entanto, o crime já estaria ocorrendo há pelo menos seis meses. Conforme a polícia, as vítimas eram alunos de baixa renda e atendidas por um projeto social no bairro do Distrito do Sucuri.

O grupo participava de atividades no bairro Dom Aquino, onde o suspeito também trabalha, no entanto, não tem ligação direta com o projeto. De acordo com as investigações, os meninos mentiam para as famílias dizendo que iam jogar futebol e tomar banho na região. Porém, como moram no mesmo bairro que o professor, iam para a chácara do suspeito.

Os adolescentes permaneciam por horas na chácara em companhia do professor, onde saiam com dinheiro ofertado pelo suspeito. Outros seis adolescentes foram ouvidos no inquérito e todos confirmaram a conduta suspeita do professor, mas negaram ter envolvimento com ele. As vítimas confirmaram que o professor cometia os delitos, sempre em troca de dinheiro.

Fonte: G1