Professor sai para comprar pizza, é agredido e assassinado com três tiros por policiais

Professor sai para comprar pizza, é agredido e assassinado com três tiros por policiais

O professor não tinha passagem pela polícia.

Um professor de Jiu-Jitsu, de 41 anos, foi morto por policiais civis na madrugada desta quinta-feira (6). Testemunhas afirmam que a abordagem policial foi violenta.

Policiais do Garra (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos) abordaram a vítima por volta da 1h, na rua Muniz de Souza, na Aclimação, região central de São Paulo. Segundo a família, a vítima saiu no portão de casa para pegar uma pizza e acabou sendo assassinado por policiais. Eles teriam pisado na cabeça do professor e atirado três vezes nas costas dele.

Ainda de acordo com testemunhas, o professor não tinha passagem pela polícia, morava há 40 anos no mesmo bairro e é pai de dois filhos. Ele foi levado ao Hospital Cruz Azul no Cambuci. As testemunhas afirmam que os policiais voltaram e recolheram as cápsulas deflagradas que estavam na rua.

A polícia afirma que a vítima estava armada e tinha drogas, mas nada disso foi mostrado até o momento. A família disse que ele não estava armado e não tem passagem pela polícia.

Fonte: R7, www.r7.com