Professor mata aluna, se arrepende e deixa corpo na delegacia

Professor mata aluna, se arrepende e deixa corpo na delegacia

Segundo relato à polícia, docente não aceitou fim do namoro

Um professor do curso de direito do Uniceub, uma das maiores universidades particulares de Brasília, matou uma aluna a tiros, de acordo com a polícia.

Segundo depoimento, Rendrik Vieira Rodrigues esperou Suênia Souza Farias, de 24 anos, na saída da faculdade, no Centro de Brasília. Armado, ele disse à polícia que assumiu a direção do carro dela, rodou pela cidade e a matou com três tiros.

De acordo com a polícia, o professor levou o corpo para uma delegacia na periferia da cidade, se entregou e disse que estava arrependido. Ele foi levado da 27ª delegacia, onde se entregou, para a carceragem da Polícia Civil à 0h50 deste sábado (1º). Ele deixou a delegacia algemado e foi colocado na parte de trás do carro da polícia.

Rodrigues afirmou, segundo a polícia, que não aceitava o fim de um relacionamento amoroso. Segundo um dos policiais de plantão da delegacia, o professor falou pouco durante o depoimento. O advogado do professor deixou a delegacia cerca de meia hora antes de ele ser levado para a carceragem.

Na faculdade, Rodrigues dá aulas de gestão empresarial. Ele tem especialização nas áreas de direito do trabalho, gestão de negócios e direito civil. Ele é professor do Centro Universitário Uniceub pelo menos desde 2009.

Fonte: G1