Professora de creche e advogado são presos pelo crime de pedofilia

A mulher aliciava as crianças para ter relações com o advogado.

Nesta quarta-feira (27), policiais da delegacia da Criança e do Adolescente realizaram a prisão de dois acusados de participarem de uma rede de pedofilia. Tatiana Mara Araujo, de 39 anos, professora de uma creche na Baixada Fluminense, enviava fotos das partes íntimas de crianças matriculadas no estabelecimento para o advogado Roberto Malvar Paz, de 63.

Roberto é sócio de um renomado escritório de advocacia, no Centro do Rio, onde foi apreendido vasto material pornográfico envolvendo menores de idade, como fotos e vídeos, o próprio Roberto aparecia em parte das imagens, inclusive. Ele foi preso em casa, no Grajaú, na Zona Norte.

As investigações apontaram que parte das crianças era levada a motéis para encontros com o advogado, que é casado e pai de dois filhos. Em um dos vídeos achados pela polícia, a própria Tatiana é filmada abusando de uma menina de cerca de 4 anos dentro da creche.

As imagens mostraram ainda que a relação entre os dois presos já durava pelo menos uma década. Em fotografias de 2007, ambos já apareciam juntos de crianças. “Ela se valia do ofício de professora para aliciar as crianças”, disse a delegada.

Tatiana admitiu aparecer em fotos com crianças nuas “uma única vez”, enquanto Roberto negou os crimes.


Tatiana presa em flagrante (Crédito: Reprodução)
Tatiana presa em flagrante (Crédito: Reprodução)

Roberto negou os crimes (Crédito: Reprodução)
Roberto negou os crimes (Crédito: Reprodução)

Fonte: Com informações do Extra