Professora é morta em frente à escola

Professora tinha recentemente ido a um tribunal para obter uma ordem de proteção anti-assédio contra o suspeito

Um homem atirou e matou uma professora de educação especial quando ela estava na frente de sua escola nesta sexta-feira, minutos antes dos alunos chegarem ao colégio. Segundo informações da agência de notícias Associated Press O suspeito foi morto em uma troca de tiros com a polícia pouco tempo depois, em um local distante cerca de 16 km do assassinato.

Segundo a polícia, a professora de 30 anos tinha recentemente ido a um tribunal para obter uma ordem de proteção anti-assédio contra o suspeito. De acordo com os policiais, os dois se conheciam, mas a relação entre eles não era clara.

A escola, que tem cerca de 400 alunos, teve suas aulas suspensas nesta sexta-feira. A instituição de ensino ainda não decidiu se irá ou não retomar as aulas na segunda-feira.

O suspeito estava esperando pela professora quando ela chegou, por volta das 7h35 (horário local). Segundo a polícia, o homem atirou diversas vezes contra a vítima, enquanto ela tentava entrar na escola.

Omar Moreno, 22 anos, que mora em frente à escola afirmou que escutou barulho de tiros. "Eu escutei a professora gritando alto, apenas gritando. Eu olhei pela minha janela e vi o cara. Ele começou a correr no meio da rua e entrou em seu carro", disse o vizinho.

Fonte: Terra, www.terra.com.br