Professora é morta por engano em ponto de ônibus; outra mulher foi atingida

O bandido disparou vários tiros e pretendia matar o marido da professora.

Uma professora de 50 anos foi assassinada e uma outra mulher foi atingida com um tiro em uma parada de ônibus na manhã desta terça-feira (11), nas proximidades da praia de Majorlândia, a 140 km de Fortaleza, litoral Leste do Ceará, segundo informações do Batalhão de Polícia de Turismo (BPTur). De acordo com o comandante do BPTur, o coronel John Roosevelt Alencar, o suspeito afirmou ter atingido professora por engano. ?Ele foi preso durante fuga a pé, em direção a praia de Quixaba?, destaca.

Segundo o coronel Alencar, no momento da prisão, o suspeito parecia estar sob o efeito de drogas. Armado com uma pistola 380 e um revólver calibre 38, o homem efetuou vários tiros na parada de ônibus, segundo a BPTur. Mas, conforme declaração dada aos policiais, ele pretendia atingir o marido da professora, por supostas dívidas referentes a tráfico de drogas. A presença do marido da vítima no local da ocorrência, no entanto, ainda não foi confirmada pelo BPTur.

O suspeito, de acordo com o coronel Alencar, tem 23 anos e foi encaminhado para a Delegacia Regional de Aracati. A mulher atingida com um tiro foi levada para o hospital da cidade e não corre risco de morrer. A professora foi atingida com um único tiro e morreu ainda no local. Ela estava a caminho do trabalho. O marido da educadora está sendo procurado pela polícia para prestar esclarecimentos.

Fonte: G1