Professora é presa por ter relações sexuais com aluno de 16 anos

Em seu depoimento, a acusada afirmou ter se apaixonado pelo jovem.

Uma professora de geografia identificada como Lauren Cox, de 27 anos, foi presa após manter relações sexuais com um aluno de 16 anos. A acusada iniciou os encontros ilícitos após ter seduzido o garoto durante uma carona para casa. O flerte acabou em relações sexuais no carro, na casa de Lauren e na casa do garoto.

A professora também enviou fotos e vídeos onde aparece nua ao garoto, até mesmo de atos sexuais. Em seu julgamento, Lauren assumiu ter tido relações com o aluno em duas ocasiões: em março do ano passado e entre abril e setembro, mesmo após ter prometido à mãe dele que iria se afastar.

De acordo com a polícia. tudo começou quando Lauren ofereceu uma carona para o menino, que aceitou o convite. Ao deixá-lo em casa, a professora teria lhe dado três opções: que ele saísse sem que se despedissem, que ficassem no carro sem falar nada ou que se abraçassem. Ele escolheu a terceira opção, que teria sido o primeiro contato físico entre eles.

Segundo uma testemunha, o próximo passo foi sexo oral, seguido por uma relação sexual propriamente dita. Então, o casal passou a se encontrar frequentemente, mas em segredo. Quem começou a desconfiar do relacionamento foi a irmã do garoto. Ela comentou sobre suas suspeitas com sua mãe, que decidiu investigar essa possibilidade.

A mãe começou a ver que algumas mensagens do celular do filho e acabou o pegando no flagra com Lauren. Ela fez com que a professora prometesse que se afastaria de seu filho; caso contrário, seria denunciada. Contudo, Lauren continuou a se encontrar com o garoto. Segundo a mãe do menor, ele não era favorável à denúncia de Lauren, uma vez que estava apaixonado por ela.  “Ela estava influenciando meu filho”, disse.

O juiz responsável pelo caso, Adam Hiddleston, alegou que Lauren havia seduzido o garoto antes mesmo de ele completar 16 anos: “A relação entre ela e a vítima fez com que ele sofresse efeitos consideráveis: a necessidade de manter a relação em segredo fez com que o menino ficasse com depressão. Ele começou a se afastar dos amigos e da família”, afirmou.

Lauren era casada e recentemente havia sido expulsa de casa pelo marido,  que não sabia do caso da mulher com o garoto. Ela estava, então, morando na casa de seus pais.

Acusada foi detida (Crédito: Reprodução)
Acusada foi detida (Crédito: Reprodução)
Acusada foi detida (Crédito: Reprodução)
Acusada foi detida (Crédito: Reprodução)
Fonte: Com informações do R7