Projeto pretende diminuir crimes nos Correios do Piauí

O projeto piloto de segurança é uma parceria firmada entre os Correios e a Polícia Federal e terá início no Piauí

Os Correios receberam na última quarta-feira (28), em Teresina, representantes da Polícia Federal para uma reunião que marcou o início das tratativas para implantação de um trabalho piloto de segurança para as agências dos Correios. Este trabalho será implantado inicialmente no Piauí e, posteriormente, ampliado para todo o país.

Elaborado pelo Departamento de Segurança Patrimonial (DSEMP) dos Correios em parceria com a Polícia Federal, o trabalho piloto será implantado no Piauí e, após análise dos resultados, deve cumprir seu objetivo de validar, para todo o Brasil, novas rotinas e procedimentos de apuração destinados a prevenir e reprimir ilícitos contra a empresa.

Segundo Milton Paiva, gerente corporativo de Prevenção e Apuração de Ilícitos, o Piauí foi o Estado escolhido para acolher o trabalho piloto por ter as melhores condições de obter resultados satisfatórios. ?Especialmente pela predisposição da Diretoria Regional dos Correios e do Departamento de Polícia Federal no Piauí?, comentou.

O trabalho piloto estabelece um padrão nos procedimentos de apuração a cargo do gerente da agência, do apurador e da Gerência de Atendimento, como também define as informações de interesse do Departamento da Polícia Federal para as investigações. ?A intenção é criar um manual, a partir dos resultados observados, com a normatização e disseminá-lo para os Correios em toda parte do Brasil?, completou Milton.

Fonte: Jornal Meio Norte