Promotor é acusado de agredir advogado em interrogatório

A assessoria do Ministério Público de São Paulo afirmou que aguarda uma posição do promotor

Um promotor de Justiça é acusado de agredir física e moralmente um advogado durante uma audiência no último dia 22, no Fórum Criminal Ministro Mário Guimarães. A Associação dos Advogados Criminalistas do Estado de São Paulo (Acrimesp), que divulgou o caso nesta quarta-feira, afirma que irá processar civil e criminalmente o magistrado.

Segundo nota divulgada pela Acrimesp, o promotor Fernando Albuquerque de Souza agrediu moral e fisicamente o advogado Claudio Márcio de Oliveira durante um interrogatório. Na ocasião, Albuquerque teria chamado o advogado de bandido. Oliveira, então, teria pedido recesso à juíza, momento em que o promotor teria passado a agredi-lo fisicamente.

"Não podemos aceitar essas ofensas, essas agressões contra a prerrogativa do advogado", afirmou o presidente da Acrimesp, o advogado Ademar Gomes. O julgamento foi suspendo e o caso foi registrado no 13º Distrito Policial. A juíza Patricia Inigo Funes e Silva, que presidia a sessão, relatou o acontecimento para a Corregedoria do Ministério Público, que acompanhará o caso.

A assessoria do Ministério Público de São Paulo afirmou que aguarda uma posição do promotor, que ainda não se pronunciou sobre o caso.

Fonte: Terra, www.terra.com.br