Prostituta de luxo é presa suspeita de repassar drogas a clientes

Ela foi capturada na rua Ildefonso Albano, na Praia de Iracema

Uma garota de programa de luxo foi presa, nessa quinta-feira (04), em Fortaleza, acusada de fazer parte de uma quadrilha de tráfico de drogas que agia também no Piauí. A operação conjunta das polícias dos dois estados já prendeu nove pessoas.

A polícia piauiense pediu apoio à Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas do Ceará para prender, em Fortaleza, uma integrante da quadrilha, a garota de programa de luxo.

A maranhense Maria Leide da Silva, de 33 anos, conhecida como Gabi, foi capturada na rua Ildefonso Albano, na Praia de Iracema. De acordo com investigações, Gabi repassava drogas para seus clientes de alto poder aquisitivo em Fortaleza e Teresina. Ela criou até um site para marcar programas e comercializar a cocaína.

"Ela oferecia os serviços de prostituição e oferecia também a cocaína que ela se encarregava de levar pessoalmente. Ela também estava agenciando outras garotas para fazer programa e levar a droga", detalhou Patrícia Bezerra, delegada da Denarc.

A operação Drug Dealer (traficante de droga em inglês) foi iniciada há seis meses pela equipe de Delegacia Especializada em Prevenção e Repressão a Entorpecentes do Piauí.

No Estado, nessa quarta-feira (03), foram presas oito pessoas e uma casa de jogos de azar foi fechada. Um dos capturados comandava uma mesa de poker e foi identificado como Célio Moura, suspeito de distribuir cocaína.

"Ele levava a cocaína para os viciados do poker, o que rendia muito dinheiro", afirmou Meandro Pedro, delegado de Piauí. A polícia apreendeu mais de mil papelotes da droga, além de dinheiro, coletes de mototaxista e veículos que eram usados como táxi e mototáxi para entregar a droga.

Maranhense foi presa por tráfico de drogas  (Crédito: Divulgação)
Maranhense foi presa por tráfico de drogas (Crédito: Divulgação)


Fonte: Verdes Mares