Caso de quadrigêmeos que levantou suspeita vai parar na polícia

Caso de quadrigêmeos que levantou suspeita vai parar na polícia

Ela terá de fazer um exame no IML (Instituto Médico Legal) para comprovar a gestação.

Agora é a Polícia Civil quem quer saber se a pedagoga Maria Verônica Aparecida César Santos, 25 anos, está, de fato, grávida de quadrigêmeos.

Ela terá de fazer um exame no IML (Instituto Médico Legal) para comprovar a gestação.

O delegado-geral da Polícia Civil, Marcos Carneiro, afirmou ontem que determinou que a Seccional de Taubaté peça o exame após o marido de Verônica, o metalúrgico Kleber Eduardo Melo Vieira, 37, declarar à polícia que a mulher está grávida. No domingo, ele prestou queixa contra a TV Record.

No mesmo dia, à noite, a emissora veiculou reportagem mostrando o resultado de um ultrassom de 31 de agosto de 2011 que atesta que a pedagoga não estava grávida naquele mês.



Resposta

O advogado Marcos Leite, defensor da família de Maria Verônica, disse que o metalúrgico Kleber Eduardo Melo Vieira vai responder aos questionamentos feitos pela Polícia Civil caso seja intimado a se pronunciar sobre a gravidez da mulher. "Ele não vai fugir de intimação.

Questionado sobre o fato de a polícia estudar fazer um exame na mulher, o advogado disse que essa medida "é difícil".

"Quem declarou que ela está grávida foi o marido."

Após entrevistar a blogueira Ana Paula Alves ontem à noite, a reportagem não conseguiu falar novamente, por telefone, com o advogado, para que ele comentasse a acusação

Fonte: Folha.com