Quadrilha é presa ao usar réplica de carro da Polícia Civil em assaltos

Quadrilha é presa ao usar réplica de carro da Polícia Civil em assaltos

Os policiais analisam se o rádio encontrado no carro clonado operava na frequência da Polícia Civil.

A polícia localizou um carro caracterizado como um veículo da Polícia Civil de São Paulo. O veículo foi achado na terça-feira (23) em uma oficina no Parque São Lucas, na zona leste da capital.

No local, a polícia encontrou vários veículos clonados, placas e lacres, armas, munições, sirenes, um rádio da polícia e até um distintivo da polícia. De acordo com a polícia, três homens foram presos e outros dois estão sendo averiguados.

Os policiais analisam se o rádio encontrado no carro clonado operava na frequência da Polícia Civil e se os suspeitos se passavam por policiais para roubar e fazer sequestros-relâmpagos.

A polícia chegou até o local após abordar um suspeito em uma moto. O motoqueiro, de 29 anos, tentou fugir da polícia e entrou na oficina, onde os policiais encontraram a réplica dos veículos da polícia. A Parati, que estava coberta por uma lona, era caracterizada como sendo do 49º DP (São Mateus).

Pela numeração do chassi, os policiais verificaram que o veículo era o clone de um outro carro que estava estacionado no pátio da delegacia. Ao ser detido, o motoqueiro disse que fugiu porque estava sem habilitação.

Já o responsável pela oficina, de 49 anos, afirmou que policiais deixaram o carro no local para consertar a embreagem no último dia 18 e que não retornaram mais. Dentro do veículo, a polícia localizou uma pistola Taurus calibre 38 com numeração raspada.

No escritório da oficina, foram apreendidos seis relógios de pulso de várias marcas, um distintivo policial e uma câmera fotográfica.

Os veículos e todo o material apreendido serão periciados no IC (Instituto de Criminalística). Os suspeitos foram autuados em flagrante pelos crimes de receptação, tráfico de drogas, adulteração de sinal identificador de veículos, posse ilegal de arma/munições e formação de quadrilha.

Fonte: UOL