Quadrilha que usava farda da PM para assaltar é presa no Ceará

A polícia afirmou que o grupo já havia assaltado pelo menos seis residências.

Três homens acusados de assalto foram presos usando fardas da PM (Polícia Militar) para praticar as investidas criminosas, em Fortaleza, no último domingo (4). Eles foram presos dentro de uma casa, na rua Blumenau, no bairro Jardim das Oliveiras, quando articulavam uma nova ação.

A polícia afirmou que o grupo já havia assaltado pelo menos seis residências.

Segundo a polícia, o grupo chegava às residências informando que era da polícia e que tinha um mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça. Quando entrava no imóvel, anunciava o assalto, rendia os moradores e algemava-os. O alvo dos assaltos eram casas localizadas em áreas nobres de Fortaleza.

O último assalto praticado pelo grupo ocorreu no último sábado (3), no Parque Manibura. A delegacia disse que moradores dos bairros Luciano Cavalcante, Cidade dos Funcionários e Guararapes registraram boletim de ocorrência.

Os acusados são Henrique Xavier Fonseca, 27, João Eudson da Silva, 29, e José Ebersson Silva Rodrigues, 21. Dois já têm passagem pela polícia. Fonseca responde por receptação, adulteração de carros e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito da polícia. Rodrigues responde por lesão corporal e porte ilegal de arma de fogo.

A prisão foi feita por agentes da Delegacia de Roubos e Furtos de Fortaleza. Outras três pessoas estão foragidas.

Segundo o delegado Eduardo Tomé Gomes, foi encontrado o papel usado como suposto mandado de busca e apreensão. Nele havia um brasão da República, mas nenhuma identificação da Justiça.

As fardas usadas pelo grupo não tinham identificação, mas a polícia está investigado como foram obtidas.

O grupo vai ser indiciado por associação criminosa, formação de quadrilha e roubo qualificado.

Fonte: UOL