"Quadros de Portinari e Tarsila são roubados em mansão", afirma polícia de São Paulo

Dois quadros de Cândido Portinari e um de Tarsila do Amaral estão entre os itens que foram roubados de uma mansão em São Paulo

Dois quadros de Cândido Portinari e um de Tarsila do Amaral estão entre os itens que foram roubados de uma mansão em São Paulo, segundo informações da Polícia Civil. O crime ocorreu na manhã deste domingo (10), na Rua Estados Unidos, na região dos Jardins, área nobre da capital paulista.

Durante a tarde, funcionários e parentes da moradora da residência faziam um inventário dos itens roubados. Foi confirmado o roubo das obras "O Cangaceiro" e "Retrato de Maria", de Portinari. Até por volta das 16h, não havia informações sobre qual obra de Tarsila foi levada.

A ação dos criminosos durou mais de uma hora. Os assaltantes se disfarçaram de entregadores de flores para conseguir ter acesso ao imóvel. Eles chegaram por volta das 9h em uma Fiorino branca. Eles afirmaram que as flores eram uma homenagem ao Dia das Mães, entraram no local e renderam quatro funcionários e duas pessoas que estavam na casa. Ninguém ficou ferido.

As pessoas que estavam na casa foram mantidas presas em um dos cômodos enquanto os criminosos procuravam itens de valor. Eles conseguiram deixar o quarto após encontrar um celular que estava no local.

Além dos quadros, o grupo levou uma quantia não informada em dinheiro e outros objetos que estavam na sala. Segundo a polícia, os assaltantes cortaram as telas de forma amadora. As molduras, quebradas, foram deixadas na casa.

A Polícia Civil disse não ter localizado câmeras de segurança na casa e que as obras não têm seguro.

Fonte: g1, www.g1.com.br