Quatro bandidos fazem gerente de banco e família reféns no MA

A ação criminosa, denominada de “sapatinho”, consiste em tomar como reféns o gerente e a família dele.

Quatro pessoas, integrantes de uma quadrilhas de assaltantes, tentaram neste sábado (5), sem sucesso, assaltar a agência Bradesco da cidade de Sítio Novo do Maranhão, distante 100 km de Imperatriz. A ação criminosa, denominada de ?sapatinho?, que consiste em tomar como reféns o gerente e a família dele, teve início por volta de 20h da última sexta-feira (4).


Quatro bandidos fazem gerente de banco e família reféns no MA

Os quatro bandidos, que chegaram na cidade de Sítio Novo em um Fiat Pálio ELX, de cor cinza, e placas HPI-1790 (MA), renderam o gerente José Paulo Silva Ferreira, a esposa e um filho do casal, de 3 anos.

O gerente foi levado para um outro local e ficou sendo vigiado por dois bandidos. Enquanto isso, outros dois ficaram com a esposa e o filho do casal, em um local distante na MA-280, entre Montes Altos e Sítio Novo do Maranhão. A esposa do gerente e o filho do casal passaram a noite dentro de um bueiro.

Neste sábado, por volta de 5h da manhã, três bandidos foram com o gerente para a agência bancária para buscar o dinheiro. No caminho, o gerente foi liberado, porque ele disse para os bandidos que não tinha como retirar o dinheiro em função do cofre estar programado para abrir somente na segunda-feira (7) e não tinha dinheiro nos caixas.

Os bandidos foram abordados pelos policiais militares do Destacamento da PM de Sítio Novo, comandados pelo Tenente Américo Portilho Amaral, quando saíam de onde haviam deixado o gerente José Paulo depois de verem frustrada a ação criminosa.

Os primeiros a ser presos foram Maicon de Assunção Silva, 23 anos; Paulo Werberth dos Santos, 26 anos; e Carlos Antonio Passos da Silva, 38 anos. O último foi Marcones Mendes Sousa, 32 anos, que foi preso já em Imperatriz.

Marcones Mendes Sousa fugiu com o veículo Gol do gerente José Paulo. Marcones disse à polícia que havia deixado o carro próximo à rodoviária de vans, na marginal direita da BR-010, próximo ao ?Pé de Macaúba?.

Maicon, Paulo Werberth e Marcones são todos moradores da Vila Lobão, localizada na cidade de Imperatriz. Quanto a Carlos Antonio, é paraense, mas mora em Açailândia. A polícia apreendeu em poder dele um alvará de soltura da Justiça de São Miguel do Guamá (PA), onde ele responde por um homicídio.

Os policiais apreenderam também um revólver calibre 38 com seis balas intactas. Outra arma, um revólver calibre 32, que estava com Marcones, foi jogada no mato. Marcones disse que quando fugia do cerco policial em direção a Imperatriz, ao presenciar a Polícia Rodoviária Federal (PRF), jogou a arma em um matagal.

Os quatro bandidos foram trazidos para a Delegacia Regional de Imperatriz, onde foram autuados em flagrante delito por tentativa de assalto, sequestro, cárcere privado, formação de quadrilha e porte ilegal de arma.

Fonte: O Imparcial, www.oimparcial.com.br