Quatro suspeitos de atearem fogo em moradores de rua são presos

Paulo César teve queimaduras profundas que atingiram músculos.

Quatro suspeitos de terem ateado fogo em dois moradores de rua no dia 25 de fevereiro, em Santa Maria, no Distrito Federal, foram presos na manhã desta terça-feira (6), conforme a Secretaria de Segurança Pública do DF.



Uma das vítimas, José Edson Miclos de Freitas, de 26 anos, teve 67% do corpo queimado e morreu horas depois de chegar ao hospital. Ele foi enterrado no dia 28 de fevereiro. Desde o dia do ataque, Paulo César Maia, 44 anos, que teve 20% do corpo queimado, está internado em estado grave no Hospital Regional da Asa Norte (Hran).

Paulo César teve queimaduras profundas que atingiram músculos. Ficou queimado no rosto, no abdômen, nas pernas e em um dos braços. O médico conta que as feridas já infeccionaram, como é comum em casos assim.

Moradores contam que por volta das 22h do dia 25, sete jovens atearam fogo em um sofá onde Paulo César e José Edson dormiam. Eles conseguiram escapar do fogo. Mas, cerca de uma hora depois, três jovens voltaram e, com gasolina, atearam fogo nos dois.

Fonte: G1