Radialista e sócio de emissora é morto a tiros na porta de casa

Testemunhas citadas pela rádio e por outros veículos disseram que o locutor e jornalista foi atacado por dois homens

O jornalista Renato Machado Gonçalves, um dos proprietários da Rádio Barra FM, de São João da Barra, no Rio de Janeiro, foi assassinado a tiros na noite desta terça-feira, em frente a sua casa no centro da cidade, informou nesta quarta-feira a emissora.

Testemunhas citadas pela rádio e por outros veículos disseram que o locutor e jornalista foi atacado por dois homens que fugiram em uma motocicleta e que, aparentemente, o esperavam chegar. Gonçalves, atingido por quatro tiros, chegou a ser atendido pela equipe médica do Centro de Emergência de São João da Barra, mas morreu quando era transferido para o Hospital Ferreira Machado, em Campos dos Goytacazes.

A polícia anunciou que investigará o fato, que fontes oficiais consideraram como um "claro atentado". No ano passado, a Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) incluiu o Brasil entre os países mais perigosos para o exercício da profissão na América Latina, região em que foram assassinados 19 jornalistas em 2012.

Desses assassinatos, sete ocorreram no México, seis no Brasil, quatro em Honduras, um no Equador e outro no Haiti.

Fonte: Terra