Rapper MC Holocausto é preso por homicídio e roubo de cargas no PR

Segundo a polícia, o rapper deixou o celular cair dentro do veículo, o que facilitou a identificação da autoria do crime

O rapper Denilson José Antônio, 29 anos, mais conhecido como MC Holocausto, foi preso enquanto roubava uma van na Cidade Industrial de Curitiba (PR), na última terça-feira. Ele estava foragido desde julho do ano passado por roubos de carga e homicídio. O cantor ficou conhecido por postar no Youtube um rap no qual zombava das forças de segurança do Estado.

O delegado adjunto Vinícius José Borges Martins, da Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas (DEDC), informou que o rapper foi preso pelo roubo do veículo, mas a sua intenção era levar a carga de ferramentas que seria transportada pela van. "Ocorre que ele se adiantou na ação e acabou a tomando de assalto antes dela ser carregada", contou o delegado.

Em 12 de julho do ano passado, durante um assalto a um furgão carregado de frios e lacticínios da empresa Latco, no Alto Boqueirão, MC Holocausto atirou contra o motorista do veículo, Airton Skulka, 46 anos. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu no Hospital Cajuru. A van bateu em um poste.

Segundo a polícia, o rapper deixou o celular cair dentro do veículo, o que facilitou a identificação da autoria do crime. MC Holocausto foi reconhecido por diversas testemunhas e a Justiça decretou a sua prisão preventiva. "Além de ser procurado por esses graves crimes, ele é também autor de um rap em que afronta a Polícia Militar, prefeito e delegado, fazendo evidente apologia ao crime. Sua prisão deve ser comemorada?, afirmou Martins.

Fonte: Terra