Rede de postos é assaltada 300 vezes em apenas 1 ano

Rede de postos é assaltada 300 vezes em apenas 1 ano

De acordo com o delegado Geral, são sempre os mesmos assaltantes que praticam as ações

No início da manhã desta segunda-feira, 2, um posto foi assaltado na região da Avenida Barão de Gurgueia. Segundo os frentistas, os criminosos invadiram o escritório do Posto. ?Eles chegaram em uma moto, cortaram os fios da câmeras e levaram o HD. Isso aconteceu por volta das 09h?, afirmou um funcionário.

A gerente do posto não quis gravar entrevista por estar assustada com tudo o que aconteceu.

O posto, situado na Avenida Barão de Gurgueia é bem movimentado e possui até uma locadora de carros, lava jato, lojas de equipamentos hospitalares e uma loja de segurança eletrônica.

Esse não foi um caso isolado, trata-se de uma rede com 10 postos de abastecimento espalhados por Teresina. A soma dos assaltos desde 2013 já chega a 300, uma preocupação constante, pois os funcionários já pedem demissão.

Outros três assaltos já foram registrados nas últimas 24 horas. ?Eles encostaram na bomba, mostraram a arma e tomaram o dinheiro do frentista. O que é constrangedor é que a gente faz a nossa parte, registra o BO, mas nunca vem um policial para ver o circuito interno. Desses assaltos, nenhum foi registrado inquérito policial. Eu acho que deveria ir para o IBGE, lá é o melhor lugar para se fazer estatística porque na Delegacia, essas queixas só servem como estatísticas?, reclama o proprietário da rede.

O delegado Geral James Guerra assegura que os assaltantes são sempre os mesmos, embora o número de assaltos à rede seja alarmante. ?Nós não temos 300 assaltantes! Esses assaltos são provocados sempre pelos mesmos. Estamos fazendo a nossa parte, prendendo e encaminhando para o Poder Judiciário, Eu quero que a sociedade entenda o papel da polícia e que nós estamos trabalhando com nossas limitações?

Fonte: Denison Duarte