Reforço militar no Alemão deverá chegar nesta quarta

Cabral disse que os novos militares farão um policiamento ostensivo

O governador do Rio, Sérgio Cabral disse nesta terça-feira, que o Ministério da Justiça pode liberar mais militares para o conjunto de favelas do Alemão, no Subúrbio do Rio. Ele informou, durante a inauguraçãio da 13ª Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), que enviou o documento solicitando o que chamou de tropas de paz.

"Eu falei com ministro interino da Justiça, almirante Julio Moura, claro que antes falei com o ministro da Justiça, Nelson Jobim. E até amanhã está emitindo a norma. Tudo isso foi numa enorme camaradagem", disse Cabral, que não quis falar sobre o número de militares, pois é a Justiça que vai avaliar o quanto precisa.

Cabral disse que os novos militares farão um policiamento ostensivo e os policiais farão a varredura no Alemão.

"Isso não impede que a PM não faça também esse policiamento ostensivo, mas que ficará responsável por essa parte serão as forças de paz. A Polícia fará o trabalho investigativo".

Quem manchar heróis será punido

O governador informou que comandante-geral da PM, coronel Mário Sérgio, que atuou na ocupação das fevlas, vai se unir em policias de elites com três grupamentos, e farão juntos com a Policia Civil o trabalho de garimpo casa por casa para recuperar drogas, armas e bandidos escondidos.

Cabral falou sobre as denúncias de moradores do Alemão, sobre possíveis excessos de policiais na abordagem. Ele disse que estão investigando e vão punir rigorosamente qualquer policial que se afaste da prática que a população está opoiando.

"Quem manchar os heróis que trabalham com dedicação será punido", afirma.

Fonte: Portal Meio Norte, www.meionorte.com