Residência dos 3 acusados de canibalismo em PE volta a ser incendiada por moradores

Residência dos 3 acusados de canibalismo em PE volta a ser incendiada por moradores

A Polícia Civil conseguiu chegar até os acusados após a mãe de uma das vítimas levar à delegacia

A residência de número 395, da Rua das Emboabas, bairro Jardim Petrópolis em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, onde moravam os assassinos Jorge Negromonte, 50 anos, Isabel Cristina, 51, e Bruna Cristina de Oliveira, 25, acusados de matar, esquartejar, comer partes dos corpos das vítimas e enterrá-las no quintal, foi, mais uma vez, incendiada pela vizinhança.

De acordo com a polícia, a casa que já havia sido arrombada, apedrejada, saqueada e incendiada na manhã da última quinta-feira (12), um dia após a polícia encontrar os corpos das vítimas Giselly Helena da Silva, conhecida como ?Geisa dos Panfletos? (desaparecida desde o dia 25 de fevereiro) e Alexandra da Silva Falcão, 20 anos (desaparecida desde o dia 12 de março de 2012), e voltou a ser incendiada na manhã desse domingo (15).

O CASO A Polícia Civil conseguiu chegar até os acusados após a mãe de uma das vítimas levar à delegacia, uma fatura de cartão de crédito que apontava lojas onde a filha ? desaparecida ? teria feito compras. Indo aos estabelecimentos a polícia identificou os envolvidos, através de gravações do circuito interno de segurança, que mostravam eles fazendo compras com o cartão de crédito da vítima.

Fonte: Ne10