Caso Mércia: Justiça revoga prisão de vigia

Caso Mércia: Justiça revoga prisão de vigia

Decisão de conceder liminar foi da desembargadora Angélica de Almeida

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) revogou nesta segunda-feira (9) a decretação da prisão preventiva do vigia Evandro Bezerra Silva, acusado de ajudar o advogado e policial militar aposentado Mizael Bispo de Souza a matar a ex-namorada, a advogada Mércia Nakashima. Com a decisão da desembargadora Angélica de Almeida, do TJ, o vigilante poderá deixar o Centro de Detenção Provisória de Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo, onde está preso.

A liminar pela soltura do segurança foi concedida pela desembargadora após análise do pedido de habeas corpus impetrado na última quinta-feira (5) pelo advogado José Carlos da Silva. O defensor alegou que não havia requisitos para manter Evandro preso, visto que o principal suspeito pelo assassinato de Mércia, Mizael, está solto. O mérito da decisão será julgado nos próximos dias pela relatora e outros desembargadores. Se a decisão pela revogação for mantida, o vigilante responderá ao processo em liberdade.

Silva disse que vai aguardar a comunicação oficial para saber quando irá ao CDP encontrar seu cliente. O vigilante deve deixar a prisão até terça-feira (10).

Fonte: g1, www.g1.com.br