Produtor de filmes eróticos é preso acusado de integrar rede de pedofilia

Jovem de 25 anos foi identificado após perder pen-drive com arquivos de filmes pornográficos envolvendo crianças e adolescentes

Um homem acusado de estupro de vulnerável e pedofilia foi preso quando saía de casa na sexta-feira, em Engenho de Dentro, no Rio de Janeiro, por agentes da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (Dcav). Segundo a polícia, Ederson de Oliveira Barriga, 25 anos, fotografava e transmitia imagens pornográficas de crianças e adolescentes. Produtor e ator da Artesanal Filmes, empresa que produz filmes eróticos, ele é suspeito de integrar uma rede de pedofilia no Estado.

De acordo com o delegado Marcello Braga Maia, Ederson perdeu um pen-drive onde mantinha arquivos com fotografias e filmes pornográficos envolvendo crianças, inclusive com cenas de sua participação em uma orgia sexual com um menino de 13 anos de idade. A pessoa que encontrou o material entregou tudo à polícia.

Os policiais encontraram mais de 1 mil arquivos relacionados à pedofilia com o suspeito e agora passarão a tentar identificar vítimas adolescentes. De acordo com a polícia, Ederson confessou os crimes, informando que produzia filmes pornográficos com adolescentes e os vendia, no Brasil e exterior.

Outros produtores e atores da Artesanal Filmes também são investigados. Computadores, celulares, HDs externos e outras mídias da empresa foram apreendidos e estão sendo analisados.

Fonte: Terra