RJ: baleada em assalto, mãe do jogador Roger deve ser operada hoje

RJ: baleada em assalto, mãe do jogador Roger deve ser operada hoje

Segundo a polícia, o namorado dela foi baleado e morreu no local do crime.

Após ser baleada em Ipanema, na Zona Sul do Rio, a mãe do jogador do Cruzeiro, Roger Flores, Geuse Galera, de 52 anos, foi transferida na noite desta quarta-feira (2) para o Hospital Copa D"Or, em Copacabana, também na Zona Sul. A informação foi confirmada pelo médico Michel Simoni, que trabalhou com Roger no Fluminense. Anteriormente, ela havia sido levada para o Hospital Miguel Couto, no Leblon.

De acordo com a Polícia Militar, a mãe do jogador foi atingida por dois tiros em uma tentativa de assalto na esquina das ruas Alberto de Campos e Almirante Saddock de Sá.

Ainda segundo a polícia, seu namorado, Paulo Viola, de 53 anos, foi atingido por cerca de seis tiros ao reagir a um assalto. O casal estava em uma moto Yamaha XT 660 quando foi abordado por dois suspeitos em outra moto. Após balear as vítimas, os criminosos fugiram pela contramão. Paulo Viola morreu no local.

De acordo com o médico, Roger pediu que a mulher Deborah Secco ligasse para ele. "Vim assim que soube da notícia. Tenho uma relação de confiança com Roger. Escolhemos transferi-la para o Copa D"Or porque o chefe da equipe de ortopedia do local já trabalhou comigo no Hospital da PM e é bastante habilitado", afirmou Simoni.

O médico informou ainda que Geuse Galera passará por uma cirurgia na quinta-feira (3). "Ela foi baleada no ombro e antebraço esquerdos, passa bem e está consciente, mas muito abalada com a morte do namorado", explicou o médico.

Assaltos são comuns na região

De acordo com o morador da Rua Alberto de Campos, Michael Victor, de 37 anos, assaltos são comuns na região. "Meu prédio foi assaltado em dezembro. Isso é muito frequente por aqui. Tinha uma cabine da PM na rua, mas foi removida", contou o morador.

Segundo a polícia, os agentes recolheram fitas das câmeras de segurança dos prédios da redondeza para analisar as imagens e tentar identificar os criminosos. O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios, na Barra da Tijuca, Zona Oeste.

Roger soube após jogo

O jogador Roger soube da notícia após um jogo na Colômbia. Muito abatido, ele lamentou muito a morte de Viola e condenou a violência no Rio de Janeiro e no Brasil. Porém, estava aliviado com as notícias sobre a mãe, passadas pela mulher, a atriz Deborah Secco. O Cruzeiro está tentando um avião para levá-lo de Bogotá para Rio.

Fonte: g1, www.g1.com.br