RJ: Condomínio de luxo é usado para esconderijo de armas por traficantes

Condomínio de luxo é usado para esconderijo de armas

Numa ação conjunta das polícias Federal e Militar, foram apreendidos nesta sexta-feira três fuzis, sete pistolas, um kit para transformar as armas em submetralhadoras, munição, carregadores de AK-47, celulares, cerca de 150 quilos de cocaína e R$ 350 mil em espécie. Todo o material estava em quatro carros estacionados dentro de um condomínio de luxo em São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos. Os veículos — dois Celtas, um Voyage e um Focus — estavam na garagem de duas casas de dois andares, no Condomínio Cisne Branco. Eles têm placas do Rio, de Seropédica, na Baixada Fluminense, e de Cabo Frio, também na Região dos Lagos.


Segundo o comandante do 25º BPM (Cabo Frio), coronel Ruy França, os imóveis pertencem a Carlos Eduardo Rocha Freire Barboza, o Kadu Playboy, chefe do tráfico na Favela do Lixo. O bandido teria comprado quatro casas e outros 20 terrenos no condomínio. Todos em nome de laranjas e adquiridos com dinheiro do tráfico. Uma das residências estaria avaliada em R$ 500 mil.  De acordo com o delegado Fábio Andrade, da Delegacia de Proteção a Crimes Contra o Patrimônio (Delepat) da Polícia Federal, será aberta uma investigação para apurar se o local era usado como um entreposto do material, que poderia ser distribuído para todo o estado.

A apreensão do material ocorreu menos de 24 horas da prisão de Fernando de Matos Lima, de 24 anos. Morador do Complexo do Alemão, o rapaz estava levando oito pistolas, 1.600 projéteis, meio quilo de cocaína e R$ 80 mil reais em espécie para Cabo Frio. Preso na Via Lagos Fernando foi preso dirigindo um Celta, no final da noite de anteontem, na altura de Rio Bonito da Via Lagos. Ele foi autuado por tráfico de drogas, porte ilegal de armas e munição. Os agentes da Delepat organizaram uma barreira na estrada com apoio da Polícia Militar. Todo o material apreendido seria levado a traficantes que atuam em na região de São Pedro da Aldeia e Cabo Frio.

Saiba mais sobre Polícia no meionorte.com

 

Fonte: Extra