RJ: Presos suspeitos de assalto a hotel que hospedou Winehouse

Polícia divulga fotos de suspeitos de assalto a hotel no Rio



Policiais da Deat (Delegacia Especial de Apoio ao Turismo) divulgaram nesta segunda-feira as fotos de dois acusados de participar do assalto a um hotel de luxo em Santa Teresa, no centro do Rio, no último dia 18. A polícia também informou ter apreendido grande quantidade de armas na casa dos suspeitos.

Segundo a delegada titular da Deat, Renata Teixeira de Assis, os dois suspeitos são o ex-funcionário do hotel Vagner Fonseca Oliveira, 23, e Alexandro Gonçalves de Mello, 24. Eles já tiveram o mandado de prisão expedido pela Justiça na semana passada e são considerados foragidos.

O armamento apreendido foi encontrado na casa de um dos acusados, em Saquarema, na região dos Lagos. A suspeita é de que eles teriam roubado duas casas de armas antes do assalto ao hotel.

Ainda de acordo com os policiais, mesmo utilizando uma máscara, Oliveira foi reconhecido por funcionários do hotel pelas características físicas dele. O suspeito trabalhou durante seis meses com manutenção elétrica no estabelecimento e deixou o trabalho há cerca de um mês.

No momento do assalto, os quatro homens que invadiram o hotel cortaram fios de algumas das câmeras de segurança, o que indica que eles conheciam o local. Oliveira já tinha três passagens pela polícia por roubo de veículos.

"A gente acredita que por ser um ex-funcionário e ter informação privilegiada ele [Oliveira] tenha tirado proveito disso", disse a delegada.

Os dois suspeitos são do morro Santo Amaro, no Catete, zona sul da capital. Um deles morava há pouco tempo em Saquarema (região dos Lagos).

Entre o material apreendido há uma carabina, uma espingarda, três pistolas, um revólver, duas granadas feitas com pedaleira de moto, munição e binóculo. A polícia informou que a espingarda foi roubada no fim de junho deste ano de uma loja no centro do Rio. Já o revólver calibre 38 teria sido levado --também pelos quatro criminosos-- de uma loja de armas de Saquarema, no início de julho.

ASSALTO

Segundo os policiais, quatro homens --três deles com o rosto coberto-- pularam o muro do hotel por volta das 3h30, no último dia 18, e renderam a recepcionista do hotel. Em seguida, 15 pessoas tiveram pertences e passaportes roubados pelos criminosos, que fugiram no veículo de um funcionário. Entre os hóspedes estava um grupo de funcionários da Nike. A perícia já foi concluída.

A delegada afirmou que 22 pessoas, entre hóspedes e funcionários, prestaram depoimentos. Os criminosos levaram laptops, celulares, relógios, passaportes e cerca de R$ 2.000 da recepção do hotel. Por enquanto, a polícia apreendeu apenas dois celulares, mas ainda vai confirmar se pertence às vítimas do estabelecimento.

O hotel, famoso por ter hospedado a cantora inglesa Amy Winehouse no início deste ano, durante sua temporada de shows no país, possui 44 quartos, com diárias de R$ 600 a R$ 3.100. Segundo a assessoria, 70% deles estava ocupado no momento do assalto.

Fonte: UOL