Roubo de celulares durante caça de Pokémon termina com mulher morta

Ocorreu tiroteio no local e mulher morreu vítima de bala perdida

A autônoma Maria Raimunda Ferreira Pereira, de 47 anos, morreu vítima de bala perdida e duas pessoas foram baleadas em uma festa em Manaus. Uma policial militar, de 34 anos, um militar das Forças Armadas, 22, e um homem, de 18, foram detidos após o ocorrido. Os celulares dos suspeitos teriam sido roubados enquanto caçavam Pokémons. Eles teriam ido até o local da festa para procurar os assaltantes e atiraram.

De acordo com a Polícia Civil, os dois homens usaram a arma da policial para efetuar os disparos.

Image title

O filho da autônoma, Gleyson Pereira, de 23 anos, contou que a mãe tinha acabado de chegar ao local da festa, por volta das 23h, quando foi atingida por dois tiros na barriga. A mulher foi socorrida e levada ao Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, onde morreu às 2h10 deste domingo (7).

Familiares disseram ter sido informados pela PM que a policial teria parado um carro, modelo Honda Civic, na Avenida Abiurana, próximo ao local da festa.

Segundo o relato, os suspeitos saíram do carro e pararam no bar em que a vítima estava. Um deles sacou a pistola, efetuou quatro tiros para o alto e depois descarregou a arma na direção das pessoas que estavam no evento. O público saiu correndo e três pessoas foram atingidas. Os homens fugiram.

Conforme o registro do caso, dois motociclistas foram até a 29ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) e informaram a placa do carro no qual os suspeitos estavam.

Após a denúncia, a policial foi encontrada na Comunidade Lagoa Verde, Zona Sul. Ela entregou o armamento, bem como três carregadores com 11 munições intactas, além de estojos de munições deflagradas. Os dois homens foram detidos em uma outra residência.

Fonte: Com informações do G1