Roubo de veículos aumenta 70% no Estado do Piauí

O episódio aconteceu em meados de dezembro, e até hoje ela não teve o veículo recuperado. Descrente em reaver o veículo, hoje A.

Durante uma pausa para o almoço, que terminou em muita frustração, a publicitária A. B. teve o carro roubado por dois bandidos armados. Mesmo sob pedidos desesperados por calma, um dos meliantes puxou a jovem pelo braço, a empurrou para fora do veículo e saiu cantando pneus.

Ao se encaminhar para o Distrito Policial e registrar a ocorrência, ela descobriu que aquele era o vigésimo carro roubado no mesmo dia somente em Teresina. O episódio aconteceu em meados de dezembro, e até hoje ela não teve o veículo recuperado. Descrente em reaver o veículo, hoje A.

depende de caronas e do transporte público para se deslocar pela cidade.
O episódio da publicitária certamente é compartilhado por uma série de habitantes da cidade. Roubos de veículos são cada vez mais comuns e segundo dados da Polinter, o número de veículos roubados subiu quase 70%, no Piauí.

Estimativas extraoficiais dão conta que só em 2015 já foram 342 veículos tomados à força de seus donos, e a maioria deles é usada para cometer delitos.

Quando saem do Estado, geralmente são destinados para pequenas cidades do interior - geralmente no estado do Maranhão - onde a fiscalização é praticamente inexistente.

“Me deram a esperança de achar, me disseram que 99,9% dos veículos eram encontrados”, lembra a publicitária. A Polícia Civil, em conjunto com Polícia Rodoviária e Polícia Militar, trabalha ativamente na recuperação de veículos furtados, mas o número de carros e motos apreendidos ainda é bem inferior e insatisfatório.

Em janeiro de 2015, a Polícia Militar recuperou apenas 140 veículos, um número pequeno em vista do possível número de carros furtados em todo o Estado. Trabalhando rigorosamente para suprir os revezes dos condutores, a Polícia Civil já opera um plano de policiamento ostensivo na capital e cidades circunvizinhas.

“A Polícia Civil está realizando uma operação nas divisas do Piauí com o intuito de inibir o furto e roubo de veículos.

Também buscamos fortalecer o policiamento em cidades circunvizinhas da capital através do policiamento comunitário rural”, garante o major Adriano Lucena.

Embora o número de veículos roubados ou recuperados, em 2015, ainda não tenha sido divulgado pela Polinter, nos últimos 15 dias a Polícia Civil conseguiu recuperar dois veículos ainda no momento do roubo, com os meliantes em posse do bem.

Para evitar polêmicas de ordem social, a Polícia Civil se abstém de dar dicas ou sugestões de como agir em situações como esta, pois segundo militares ser vítima de um incidente como esse é uma questão de estar no lugar errado e na hora errada. Enquanto isso, cidadãos como A. B. perdem as esperanças de reaver o veículo roubado.

“Quando fui dar queixa na polícia, eles foram bastante solícitos comigo e se esforçaram para me ajudar. Mas já passou tanto tempo que não tenho mais esperança de encontrar meu carro”, pontua tristemente a jovem publicitária.

Fonte: Olegário Borges