Roubos e furtos de veículos assustam população em THE

A denúncia é feita por quem trabalha na região central da cidade

Os casos de roubo de veículos e furto de objetos que estão dentro de automóveis estão ficando cada dia mais comuns, sobretudo no centro de Teresina.

A denúncia é feita por quem trabalha na região central da cidade.

Segundo os denunciantes, os roubos acontecem durante o dia e têm amedrontado quem frequenta o local diariamente.

Quem estaciona seus carros na região, agora, mais do que nunca, precisa estar atento aos objetos que ficam no interior dos veículos, pois eles podem ser alvo dos bandidos a qualquer hora do dia. Segundo denunciantes, somente na semana passada foram furtados objetos de dois carros e quebraram os vidros de outro, nas proximidades do Ministério Público do Estado.

Já o morador do Bairro Real Copagri, na região Norte de Teresina, que preferiu ter seu nome preservado, afirma que com bastante frequência percebe a presença de um grupo de jovens pilotando carros que, aparentemente, eles não teriam condições financeiras de adquirir. "Eles ficam na praça do Real Copagri, com carros desconhecidos do pessoal do bairro e muito provavelmente esses carros não são deles", pontuou.

Na praça, de acordo com o morador, além dos carros supostamente roubados, há ainda a presença de drogas e armas. "Geralmente é um grupo de seis meninos que moram na região, mas há dias que há uma concentração de cerca de 15 jovens e adolescentes no local. Quando a polícia passa por perto, eles se dispersam e vão embora", afirmou.

O relações públicas da Polícia Militar, tenente-coronel Sá Júnior, afirma que desconhece o aumento do número de roubos e furtos de carros e acessórios de veículos na capital.

Ele, no entanto, alerta a população na hora de estacionar seus automóveis na região central de Teresina. "Nós aconselhamos que as pessoas estacionem sempre em estacionamentos credenciados, pois, se deixados no meio da rua, sob os cuidados de flanelinhas o risco é maior.

Não são todos, mas muitos deles roubam objetos que ficam dentro dos carros para financiar o tráfico de drogas", argumentou. Se estacionar nas ruas do centro, deve-se escolher uma via bastante movimentada, para coibir esse tipo de ação.

Aqueles que perceberem a presença de carros supostamente roubados procurem o batalhão de polícia da sua região e denunciem. "Nós estamos trabalhando para coibir esse tipo de ação.

Temos o programa Trânsito Seguro, que divide a cidade em seis regiões e cobre todas elas, com policiamento, que faz fiscalização nos mais diversos horários", disse.

Fonte: Pollyana Carvalho