Sargento da Polícia Militar é assassinado após reagir a assalto

Polícia trabalha com a hipótese de latrocínio ( roubo e morte).

Um sargento aposentado da Brigada Militar Tadeu Dal'Lago, 65 anos, foi assassinado a tiros ao reagir a um assalto em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre. De acordo com o delegado titular da 2ª Delegacia de Polícia de Gravataí, Endrigo Veiga Marques, o policial pode ter sido vítima de latrocínio ( roubo seguido de morte).

"Vamos seguir investigando e fazendo diligência para chegar ao autor do latrocínio", disse ao acrescentar que o sargento, que era irmão do subcomandante da Brigada Militar, Andreis Silvio Dal'Lago, havia saído para pegar a enteada a a esposa, Angela Maria Bortolotto, 46 anos, que explica como tudo aconteceu e lamenta o ocorrido.

"Estávamos dentro do carro quando o rapaz chegou e mandou todo mundo descer", afirmou. "Ele me ajudava muito. Cuidava da minha filha, dava tudo o que a gente precisava. Era uma pessoa maravilhosa. Agora só Deus sabe como será ", acrescentou.

Ainda segundo o delegado, Tadeu chegou a travar luta corporal com o assaltante e acabou atingido com um tiro disparado pelo criminoso que se desviou dos golpes e conseguiu empreender fuga, e ainda não foi capturado.

O comandante-geral da Brigada Militar, coronel Alfeu Freitas Moreira, falou sobre a morte do colega.  "Trabalhamos juntos no 9º Batalhão de Polícia Militar e posso atestar que o sargento Tadeu Dal´Lago muito colaborou com a segurança pública", disse. 

Local onde Brigada Militar Tadeu Dal'Lago foi morto
Local onde Brigada Militar Tadeu Dal'Lago foi morto






Fonte: Com informações do Zero Hora