Sargento é morto pela própria esposa após crise de ciúmes

Mulher se entregou horas depois do crime

Um sargento da Polícia Militar, foi assassinado com um tiro no peito na noite deste sábado, 29. O crime foi cometido pela esposa dele que já está presa.

O sargento Ceciliano Ferreira de Moraes Filho, de 46 anos, servia no fórum do Tribunal de Justiça do Estado (Tjap) e era bastante popular na cidade por conta do carisma e empenho no trabalho.

O homicídio ocorreu por volta das 20h50min na residência do casal, na Rua Nelson Gama, no Bairro Castanheira. Vizinhos ouviram um disparo de arma de fogo e relataram que viram a esposa dele, Abigail Ferreira dos Santos, sair do imóvel correndo e gritando em desespero.

Segundo colegas do PM, o casal estava em processo de separação. Abigail é evangélica, e era considerada uma pessoa muito pacífica, pelo menos até o sargento assumir publicamente que tinha um outro romance.  

Ceciliano Ferreira de Moraes Filho (Crédito: Reprodução)
Ceciliano Ferreira de Moraes Filho (Crédito: Reprodução)


Neste sábado, o sargento estava de folga e teria passado o dia com a namorada em um balneário da cidade. Quando voltou para casa, a esposa teria ido tomar satisfações e houve uma discussão. Abigail pegou a arma do PM e atirou.

“Ela alega que pegou a arma para dar um susto no sargento. Como ela não sabe manusear a pistola .40, a arma acabou disparando”, comentou um policial que atendeu a ocorrência.

Abigail se entregou a uma guarnição da PM. Para a delegada de plantão, ela alegou tiro acidental, mas permanece presa em flagrante. 

O crime chocou a cidade. Ceciliano estava há 27 anos na Polícia Militar. O helicóptero do Grupo Tático Aéreo (GTA) decolou neste domingo, 29, para transladar o corpo até a capital Macapá. 

Fonte: Com informações do G1