Sejus inicia revista após detenta publicar fotos dentro de cadeia

Detenta publicou fotos no Facebook de dentro da Cadeia de Manaus.

Uma revista na Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoal, no Centro de Manaus, foi iniciada no início da manhã desta terça-feira (9), pela Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos do Amazonas (Sejus). A informação foi confirmada pelo secretário-executivo da pasta, coronel Louismar Bonates. A medida ocorre após serem descobertas publicações no Facebook de uma mulher que está atualmente presa. As imagens incluem mostram outras presas e o dia a dia na cadeia.


Sejus inicia revista após detenta publicar fotos dentro de cadeia

Segundo coronel Bonates, as alas da Cadeia Pública serão vistoriadas na tentativa de encontrar aparelhos celulares, principalmente, os utilizados pela detenta com imagens registradas entre os meses de junho e julho. A revista deve ocorrer até o fim desta manhã.

Publicação no Facebook

Uma detenta da Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, situada no Centro de Manaus, postou no Facebook várias fotos do dia a dia no presídio. As imagens das presas foram registradas entre os meses de junho e julho, e enviadas para a rede social via celular de dentro da cadeia. As fotos foram postadas no perfil de uma mulher que atualmente permanece presa na Cadeia Pública, como confirmou a Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos do Amazonas (Sejus).

Uma série de fotos vem sendo postada pela interna. Nas imagens, ela mostra o cotidiano na cadeia e aparece posando ao lado de outras detentas. "Vamos curtir mt nas pista parceirinha kkk bjks a todos (sic)", postou a detenta em uma das fotos que aparece ao lado de outra interna. Em outra publicação, a presa exibe as unhas recém-pintadas e diz "olha ai ju arrazou agora amei minhas unhas pr isso postei p vcs verem q apesar de ta aki temos a nossa propria manicure (sic)".

No dia 5 de junho, também através de um celular, a presa voltou a postar na rede social de dentro da cadeia: "obrigada senhor por tudo perdoa meus erros e abecoa minha familia e o meu amor boa madrugada a todos (sic)", trazia a postagem. A última atualização do perfil da interna ocorreu por volta das 10h da manhã desta segunda-feira (8), quando a detenta comentou em uma das próprias publicações no Facebook.

Por meio da assessoria de comunicação, a Sejus afirmou que será instaurado um conselho disciplinar para apurar a situação e, se condenadas, as detentas poderão pegar punição de até 30 dias no isolamento por cometimento de falta grave. A Sejus informou ainda, que a partir do mês de agosto, o sistema de bloqueadores de celulares deverá estar funcionando em todo o complexo da Raimundo Vidal Pessoa, "objetivando qualquer possibilidade de uso de celulares pela população carcerária, paralelo a essa medida o enrijecimento das regras e das normas internas, bem como as revista minuciosas dos familiares das detentas será mantido".

Fonte: G1