Sem reagir a assalto, idosa é morta com 4 tiros na cabeça

Conforme a PM, ela não reagiu ao assalto, mas foi morta porque não conseguiu soltar o cinto de segurança

Uma idosa foi assassinada com quatro tiros na cabeça na noite do último domingo na zona sul de Porto Alegre (RS). De acordo com a Polícia Militar, Zilá Ferreira Holst, 68 anos, estava na Estrada João Antônio da Silveira, que corta o bairro Restinga, com o marido, o alemão Alfred Holst, 69 anos, quando foi abordada pela quadrilha. Ela dirigia uma EcoSport e os criminosos estavam em um Fiat Marea, roubado na mesma noite. Ele conseguiu sair do carro e se esconder em um matagal, mas Zilá foi morta dentro do veículo.

Conforme a PM, ela não reagiu ao assalto, mas foi morta porque não conseguiu soltar o cinto de segurança. Dois suspeitos e um adolescente de 16 anos foram presos. Jiohny de Oliveira, 31 anos, confessou ter efetuado os disparos. A PM informou também que mais duas pessoas são procuradas pelo crime. O casal vivia no litoral do Estado e estava na capital para passar o Natal com familiares. Os bandidos foram presos em flagrante quando tentavam assaltar outra família.

Fonte: Terra