Após levar não, homem é suspeito de atear fogo na sua ex-mulher

Após levar não, homem é suspeito de atear fogo na sua ex-mulher

Estado de saúde de vítima é considerado estável e suspeito está foragido

Inconformado com o fim do relacionamento, Rafael Ferreira, de 29 anos, perseguiu e ateou fogo na ex-mulher em Campinas, interior de São Paulo. Ela está internada no hospital de queimados de Limeira e o estado de saúde é considerado estável. O suspeito está foragido.

Jéssica Monteiro, de 26 anos, seguia para uma escola infantil, onde trabalha como monitora, e não percebeu que Ferreira estatava escondido em local próximo.

Ela chegou a caminhar alguns metros até que Ferreira a puxasse pelo cabelo. Ela caiu no chão e, em seguida, o suspeito jogou gasolina no rosto da vítima, ateou fogo e fugiu.

De acordo com a mãe da vítima, Maria de Lourdes Monteiro, a mudança de comportamento de Ferreira fez com que Jéssica terminasse o relacionamento:

? Ele ficava só dentro de casa e ela saía pra trabalhar. Aí ela foi se cansando. Mas ainda tentou relevar pra ver se dava certo. Mas, ele começou a usar drogas e a beber e a ficar violento com ela.

Jéssica foi levada para o Hospital de Clínicas da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e, posteriormente, para o hospital de queimados de Limeira. O caso será pela Delegacia de Polícia de Defesa da Mulher de Campinas.


Sem se conformar com fim de casamento, homem é suspeito de atear fogo na ex-mulher em Campinas

Fonte: r7