Seminus, 3 homens são presos tirando fotos em frente à polícia

Eles foram levados para a 5ª DP (Mém de Sá).



Três homens foram detidos na madrugada desta sexta-feira, acusados de atos obscenos na Cinelândia, centro do Rio de Janeiro. Eles tiravam fotos seminus, com as calças arriadas, em frente a uma cabine da PM. Eles tinham saído de uma boate na avenida Rio Branco e, de acordo com o cabo Wágner Ribamar, do 5º BPM (Praça da Harmonia), um sargento estava de serviço na cabine da PM quando deixou o posto para ir ao banheiro. Ao retornar, se deparou com Rodrigo Feyth de Negreiros, 29 anos, e Gabriel Varela Ximenes do Prado, 28 anos, com as calças abaixadas, fazendo poses para fotos em frente ao compartimento. O fotógrafo era Felipe Jones, 27 anos.

O sargento abordou o trio e, ao verificar o conteúdo da máquina fotográfica, os PMs descobriram que várias fotos tinham sido feitas com os dois expondo o pênis e as nádegas em frente à cabine. Eles foram levados para a 5ª DP (Mém de Sá). "As imagens foram feitas para serem colocadas na internet, no Facebook, para ridicularizar a Polícia Militar. Em 14 anos de polícia nunca vi isso antes. Eles alegaram que era uma brincadeira. Na verdade, foi um ato irresponsável, com objetivo de denegrir a imagem da PM", disse Wagner Ribamar. Segundo ele, os três tinham consumido bebida alcoólica.

Conforme o delegado adjunto da 5ª DP, Roberto Leão, eles foram autuados por ato obsceno e liberados após assinarem um termo se comprometendo a comparecer ao Juizado Especial Criminal (Jecrim), para onde o caso será encaminhado. A pena em caso de condenação varia de três meses a um ano de detenção.

Fonte: Terra