Sequestrador é morto por comparsas em Fortaleza

O homem assassinado era Gilmar Sousa da Fonseca, ex-presidiário e com extensa ficha de crimes

Mais um crime com características de vingança ou ´acerto de contas´ entre bandidos foi registrado pela Polícia na Região Metropolitana de Fortaleza. O caso ocorreu na noite de segunda-feira passada, quando um homem envolvido em diversos delitos, entre eles, seqüestro, foi fuzilado na cidade de Horizonte (a 41Km de Fortaleza).

O homem assassinado era Gilmar Sousa da Fonseca, 36, ex-presidiário e com extensa ficha de crimes, segundo a Polícia. Por volta das 19h30 de segunda-feira, Gilmar foi eliminado com vários tiros no peito e na cabeça. Ele estava na direção de seu carro, o Corsa Sedan preto, placas HPR-2902 (CE), quando foi surpreendido pelos assassinos. A Polícia logo descartou a hipótese de um caso de latrocínio (roubo seguido de morte), já que os pertences da vítima não foram roubados.

Balaclava

Dentro do carro de Gilmar os policiais militares e peritos criminais encontraram seus dois telefones celulares, uma balaclava (máscara) e algumas munições intactas (balas de calibre 38).

Testemunhas informaram que ouviram os tiros e, logo em seguida, viram dois homens correndo em direção a um matagal. A Polícia supõe que ele tenha sido atraído para o local da emboscada, na Rua Tamires, bairro Área Verde, na periferia da cidade. Outro fato que chamou a atenção das autoridades policiais é que Gilmar não morava em Horizonte e sequer era conhecido no local onde foi assassinado.

Fonte: Diário do Nordeste, www.diariodonordeste.com.br