Seqüestradores fogem de presídio no CE

Um dos acusados foi baleado e passou várias semanas internado

Depois da fuga de dois seq?estradores pelo port?o da frente e a not?cia de que outros detentos ?sumiram? misteriosamente de dentro do Instituto Penal Paulo Sarasate (IPPS), em Aquiraz, as autoridades policiais est?o diante de mais um fato grave: a descoberta de que um dos ?desaparecidos? da penitenci?ria ? o comparsa do seq?estrador que teria liderado a fuga, subornando agentes prisionais e policiais.

Paulo Henrique Oliveira dos Santos, o ?Sass?, conseguiu fugir do IPPS de forma t?o misteriosa quanto seu comparsa Alexandre Ribeiro de Sousa, o ?Alex Gardenal?, chefe de uma quadrilha que praticou v?rios seq?estros no Cear?, em 2006.

?Sass? havia sido preso na mesma opera??o em que a Pol?cia Civil conseguiu recapturar ?Alex Gardenal?. Foi na manh? de 27 de junho ?ltimo, quando inspetores da Divis?o Anti-Seq?estro (DAS) perseguiram pela BR-116, em Messejana, o carro em que ?Gardenal? e ?Sass? fugiam em dire??o ao Interior do Estado. No ve?culo estavam tamb?m Francisco Kl?ber da Silva e a mulher dele, Francisca Marcela Sousa, que acabaram morrendo quando os policiais trocaram tiros com os dois seq?estradores.

??Alex Gardenal? e ?Sass? acabaram presos. O primeiro foi baleado e passou v?rias semanas internado. ?Sass? foi levado para a DAS e autuado em flagrante. Depois, transferido para a penitenci?ria, de onde seu comparsa tinha escapado no dia 20 de maio. ?Gardenal? agora est? recolhido em outro pres?dio, enquanto a Secretaria da Justi?a apura sua fuga.

Ouvido na noite passada pelo Di?rio do Nordeste, por telefone, o diretor da DAS, delegado Jaime Paula Pessoa Linhares, confirmou que ?Sass? permanece foragido. ?Pelo menos at? a ?ltima sexta-feira n?o t?nhamos not?cia de que ele havia sido recapturado?, disse o titular da DAS.

Cons?rcio

A not?cia do ?desaparecimento? de v?rios presos no IPPS foi divulgada, com exclusividade, pelo Di?rio. O jornal tamb?m revelou que ?Alex Gardenal? foi apontado como um dos principais envolvidos no ?cons?rcio da morte?, uma trama montada dentro dos pres?dios por bandidos chefes de quadrilha para o assassinato de agentes penitenci?rios.

Na semana passada, outro fato grave foi descoberto no sistema penal. Detentos estariam usando celulares dentro de um pres?dio da Grande Fortaleza para fotografar agentes prisionais, que, supostamente, estariam na mira dos envolvidos no ?cons?rcio?.

Fonte: Diário do Nordeste, www.diariodonordeste.com.br