Seqüestro em SP entra no quarto dia

Durante a madrugada, as negociações foram interrompidas e a tensãojá dura 89 horas

O seq?estro de duas adolescentes de 15 anos, mantidas ref?ns pelo ex-namorado de uma delas em Santo Andr?, no ABC, entra nesta sexta-feira (17) no quarto dia. Lindemberg Alves, de 22 anos, invadiu a casa onde as duas estudavam com outros dois colegas ?s 13h30 de segunda-feira (13). Durante a madrugada, as negocia?es foram interrompidas. J? s?o 89 horas de tens?o.

Na noite de segunda, Alves liberou os dois rapazes. Na noite de ter?a-feira (14), a amiga da ex-namorada foi solta. A jovem prestou depoimento por mais de seis horas na quarta-feira (15). Na manh? de quinta-feira (16), ela voltou ao apartamento e foi feita ref?m novamente.

De acordo com a PM, o rapaz exigiu que a amiga voltasse ao apartamento para que, em seguida, se entregasse, mas n?o cumpriu o acordo. Para a pol?cia, ela n?o voltou a ser ref?m, pois a garota poderia sair do local quando quisesse, por mais que ainda permane?a l? quase dez horas depois.

O secret?rio-geral do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (Condepe), Ariel de Castro Alves, disse que a pol?cia n?o poderia ter permitido a volta da menina. Segundo ele, a pol?cia n?o agiu corretamente ao permitir que a jovem entrasse no apartamento. ?? ilegal submeter uma crian?a ou um adolescente a qualquer situa??o de risco?, disse o secret?rio-geral, referindo-se ao Estatuto da Crian?a e do Adolescente (ECA).

O retorno da adolescente tamb?m surpreendeu Fabiana Vieira de Souza, de 33 anos, tia da garota. ?A gente n?o est? entendendo por que ela voltou para l?. Para mim, foi uma loucura?, disse a tia na tarde desta quinta. Segundo ela, a fam?lia ficou sabendo de tudo pela televis?o. O retorno tamb?m surpreendeu especialistas no assunto.

Fonte: g1, www.g1.com.br