Serial killer que afogou pelo menos 8 crianças é preso em São Paulo

Crimes começaram em 1992 e alguns corpos nunca foram encontrados

Douglas Baptista, de 62 anos, foi preso suspeito de matar oito crianças com idades entre cinco e 12 anos no litoral de São Paulo. De acordo com a polícia, o acusado é considerado um dos maiores assassinos em série da história do litoral de São Paulo.

Image title

Baptista é suspeito de cometer crimes contra crianças entre os anos de 1992 e 2003. O homem amarrava os braços e as pernas das vítimas e as jogava em rios e mangues para que se afogassem.

Douglas foi abordado quando deixava um imóvel. Neste momento, quando o suspeito avistou o carro da Polícia Militar que fazia patrulhamento pelo local, tentou fugir, mas foi abordado pelos policiais.

De todas as oito vítimas de Douglas, sete eram meninas e um era menino. Dentre as crianças assassinadas, uma delas era enteada do serial killer. A polícia investiga a existência de novas vítimas do criminoso.

O caso foi encaminhado para a Delegacia Sede da cidade e, a partir de agora, a polícia investiga possíveis novos ataques do maníaco.

Fonte: Com informações do G1